Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Música para essa tarde linda! Gloria Gaynor - Can't take my eyes off you (lyrics)

Aprenda que as pessoas não são o que você espera.

Elas são quem são.

Respeite e aprenda a lidar com seus desejos e a realidade.


Expandir o olhar

Aprenda a abrir mão de coisas que você insistentemente tem feito sem resultados.

Na maioria das vezes, recorrer à sabedoria pode mudar tudo.
Existem caminhos melhores que não podem ser vistos se você não expandir o olhar.

Alguns desejos se fossem realizados seriam nossa destruição.

Abra seu coração e domine sua emoção.



Sei.

Não sei se as pessoas estão perdidas ou se acharam nessa grandeza de minuciosidades da rede.
Não sei o que aconteceu com elas.
Talvez me pergunte se calados tornam-se falantes, falantes tornam-se observadores e mundos fantásticos sejam criados com mínimos fatos.
Sim, não sei às vezes mesmo que no fundo saiba e diga que não.
Mesmo que a clareza exista então, ainda assim.
Gosto mesmo é de estar, ouvir, ver e trabalhar. Na realidade.
Sintomático.
Um mundo mau, cheio de grandes olhos que permeiam caminhos distintos.
Laços, armadilhas, males que podem ser facilmente tramados pelas telas obscuras da alma dessas feras.
Elas não são belas. Nada belas.
Não sei se todos estão carentes de gente.
De gente real.
Ou não.
Se não, acho que isso pode ser fatal.

Com o tempo

Com o tempo...

Com o tempo a gente aprende.

Ou apanha o suficiente.

Não sei dizer ao certo, mas o que doi ensina tanto que a lição não precisam mais ser repetida.

Com o tempo aprendemos a não reclamar das quedas, dos tombos, dos enganos que se foram.

Pelo contrário, com o tempo ficamos mais sóbrios, mais humanizados quanto as experiências da vida.

Nada é mais tão cor de rosa, porém a cor é linda!

Muito mais forte a cor fica.

Múltiplas cores, arcos, íris, lindas cores que fazem de tudo muito mais poesia.

Com tempo a vida é mais viva.


MÚSICA DO DIA: Let's Stay Together - Al Green, David Gilmour and Jools Holland

Mais que palavras

Olho no olho.
Suspiro.
Sorriso.
Silêncio.

Eis algumas coisas que falam mais que palavras.




Velha guarda

Gente ligada em imagem, em cores e formas.
Gente que se impressiona com nada, com mentiras e histórias furadas.

Talvez seja uma inspiração estranha criada.
Quando você vê ao vivo não é nada disso.
Muita gente escondida atrás de palavras não praticadas.

Que tristeza.

Sábio é quem vive o que fala.
Esse sim tem uma vida real e não imaginária.

A vida é uma conjunção de detalhes diários que embelezam os dias mesmo na rotina tão mal falada.
A rotina deve ser admirada.
A disciplina.
Tanto quanto a aventura é sonhada.

Cada coisa tem seu peso e sua dádiva.

Talvez daqui a pouco tempo o período seja inverso.

Tempo de toque e de som de risadas.

Talvez não, talvez nada.
Muito mais do nada, da distancia e novela da vida alheia que todos assistem em casa.

Palavras, palavra.

Em tempo de botões se você abraça pode ser mal interpretada.

Se você sorri largo pode ser o príncipe, o cara.

Se você conversa pode até levar pra casa.

O telefone não para.
Voz?
Nada.
Só bipes e toques de mensagens mandadas.
Cala…

Gente

Tanta gente se importando com o que todos se importam.
Com o que todos pensam.
Com o que todos falam.

Tanta gente longe de si e perto do nada.

A participação do Blog na Tarde Literária

Tive o prazer de estar participando pela segunda vez da Tarde Literária realizada pela ong Instituto Natividade de Responsabilidade Social.

O Instituto esteve presente no 1º Intercâmbio Poético | Movimento Brasil Cultural que produzi e contri com a participação de tantos nobres artistas e não poderia deixar de participar desse encontro. O 2º Incerbâmbio Poético está chegando e teremos mais esse novo encontro de diálogo entre diversas manifestações artísticas.

Falar sobre as letras e poética é sempre um grande prazer. Icentivar a leitura, a produção textual e principalmente o contato humano é essencial à minha alma em tempos de tanto distanciamento físico.

No encontro com autores e artistas da cidade, pude fazer uma boa leitura de um dos meus textos novos que ainda não publiquei no blog chamado TROCENTAS COISAS.

Tenho desenvolvido agora um marcador chamado Pequenas Histórias onde Trocentas coisas está linkado. O texto mostra a dúvida e conflito de uma personagem sobre alguns pontos de …

Felicidade

Há uma certa felicidade indescrítivel que implode o peito ao realizar algo que reflete o interesse de nossa alma.

Algo que ecoa no silêncio profundo que inspira forte o ar adentro e sorri com lábios suspirantes.

Há uma felicidade que não se deve explicar... para que não seja minimizada.


Tudo não.

Não compartilhe tudo. 

Não fale tudo. Não precipite suas palavras.

Algumas coisas merecem ser internalizadas até o ponto que tornem-se reais para serem externadas. 

Quem fala demais torna-se tolo.